NOSSOS SERVIÇOS

Nossa missão é proporcionar uma melhor qualidade de vidas ás  mulheres através  dos exames  preventivos e diagnósticos precoces contribuindo para a longevidade de vida com saúde.

Infanto-puberal

 

   A adolescência é momento em que a mulher vive a transição entre a infância e a vida adulta – é uma fase na qual é de extrema importância que a menina seja introduzida à rotina de consultas com o médico ginecologista. A vinda da primeira menstruação, por exemplo, pode vir acompanhada de sintomas como cólicas menstruais, que podem ser decorrentes de tais mudanças fisiológicas ou ser o indício de problemas como a endometriose. E a irregularidade menstrual, por sua vez, pode ser ocasionada pela imaturidade do aparelho reprodutor feminino ou da síndrome de ovário policístico. Muitas outras dúvidas podem surgir como diferenciar um corrimento vaginal normal de um causado por infecção e a sua prevenção através do uso de técnicas de higienes adequadas. A prevenção de uma gravidez precoce através da correta orientação de prevenção. Orientação voltadas para a prevenção do HPV através da vacina, orientação da prevenção de DST. Dúvidas frequentes sobre inicío da atividade sexual e a escolha adequada de um método anticoncepcional. Além dos diversos exames laboratoriais (sangue, fezes e urina), comumente realizados em qualquer idade, a ecografia pélvica abdominal, que é mais indicada para meninas virgens, e a transvaginal são imprescindíveis para auxílio do acompanhamento ginecológico das adolescentes. Ambos os procedimentos devem ser realizados de acordo com a necessidade e, em qualquer idade, para controle de menstruação irregular, massa abdominal, sangramento vaginal na infância e dor pélvica abdominall.

Ginecología

 

   A Ginecologia na Vida adulta, que compreende o intervalo entre as fases jovem e tardia, além dos exames de rotina, eventuais sinais de anormalidade exigem que a mulher faça de sua ida ao ginecologista um hábito ainda mais freqüente. “Na juventude é comum o aparecimento de problemas gerais como transtorno pré-menstrual (TPM), disfunções na área da sexualidade, como falta de orgasmo, cistos de ovário, cistos mamários,miomatose, endometriose, irregularidade menstrual, dor nos seios, corrimento e dificuldade de engravidar, falência ovariana precoce. Devemos realizar além da consulta clinica os exames de imagem como ultrassonografia transvaginal e mamas que nos possibilitam diagnosticar tais patologias. Principalmente realizar a coleta de citopatológico juntamente com a colposcopia para prevenir o câncer de colo uterino que se manifesta em todas as idades a partir do incio da atividade sexual. Na prevenção de DSTs que devemos nos precaver e diagnosticar precocemente´uma vez que houve um aumento na incidência mundial.

Câncer Mama

 

   A ecografia mamária na mulher se faz necessária quando existe uma suspeita de nódulo mamário no auto-exame, o qual a paciente deve fazer todos os meses, uma semana após a menstruação, ou no exame ginecológico periódico. Já a Mamografia só é realizada na mulher com menos de 40 anos, nos casos em que o nódulo mamário é bem definido pela Ecografia ou pelo exame físico realizado pelo médico. Na faixa etária dos 35 aos 40 anos, havendo ausência de suspeita de nódulo, a rotina estabelecida pelo Ministério da Saúde deve ser de uma única Mamografia neste período. Mas, acima dos 40 anos, mesmo sem a suspeita de nódulo, a frequência da Mamografia passa a ser de dois em dois anos, até o início da menopausa ou dos 50 anos. Após esse período, esse exame volta a ser anual, mesmo que não haja suspeita de nódulos.Conforme o resultado da Mamografia devemos realizar a ecografia mamária que nos permite identificar lesões não identificadas na mamografia quando o parênquima mamário é muito denso.

Câncer Colo Uterino

 

   De acordo como o Ministério da Saúde, ao menos uma vez por ano a mulher com vida sexual ativa deve realizar o exame de Papanicolau, para prevenção de câncer de colo uterino.A exceção seria para as pacientes de maior risco, com a presença de HPV, por exemplo, onde a avaliação deve ser semestral.Exame este que pode ter uma sensibilidade aumentada qaundo associado a colposcopia que nos permite identificar áreas suspeitas que nos orienta a realização de biópsias e dessa forma possibilitando o diagnóstico precoce.

Câncer Ovário e Endométrio

 

  Para prevenção  e tratamento precoce do câncer de ovário  e do Câncer de Endométrio a realização da ultrassonografia é  fundamental.O câncer de ovário costuma passar despercebido até que tenha se espalhado dentro da pelve e abdome. Nesta última etapa, o câncer do ovário é mais difícil de tratar e é frequentemente fatal. A fase inicial é mais susceptível de ser tratada com sucesso. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), cerca de 3/4 dos cânceres desse órgão apresentam-se em estágio avançado no momento do diagnóstico. O Câncer de endométrio é o que se inicia  na membrana interna do útero e é bastante comum, principalmente em mulheres com mais de 60 anos.Normalmente o câncer de endométrio é detectado rapidamente pois causa um sangramento vaginal anormal, fazendo com que as mulheres procurem os seus médicos para verificar a origem do problema.De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de endométrio é o sexto tipo mais comum de câncer em mulheres no mundo..

Obstetría

 

   Realizamos exames de Ultrassonografia Obstétrica que é norma obrigatória na qualidade para a assistência do Pré Natal. Estes são os exames que oferecemos: Ultrassonografia obstétrica morfológica Inicial: deve ser realizada no Primeiro trimestre, entre 11º e 14º semanas, na qual procuramos detectar síndromes como a de Down (Transluscência nucal); Obstétrica Morfológica do Segundo Trimestre: deve ser realizada na 22º a 26º semana, no qual procuramos identificar se existe má formação fetal ou seja anomalias no feto e doenças que podem ser tratadas intra - útero; Ultrassonografia Obstétrica: que pode ser realizada em todas as fases da gestação, avaliamos : a idade gestacional, quantidade de líquido, apresentação do feto, peso fetal, entre outras. Leia mais >>

Menopausa | Cimatério

 

   A chamada fase tardia marca a vida da mulher, sobretudo, devido ao climatério que é uma fase em que ocorre várias alterações na menstruação, alterações de humor,insônia, cansaço, diminuição da libido , é um período que antecede a menopausa que é o período fisiológico caracterizado pelo encerramento dos ciclos menstruais e ovulatórios da mulher, com a interrupção da menstruação por um ano ou mais. Nessa etapa, que, geralmente, ocorre a partir dos 50 anos, é comum o aparecimento de sintomas como ondas de calor, diminuição da libido, secura vaginal e doenças correlatas, a exemplo de tendência a osteoporose e aterosclerose , sintomas que podem ocorrer precocemente a partir dos 45 anos. Devemos realizar exames de Densitometria Óssea, geralmente de Fêmur Direito e de Coluna Lombar, que refletem a ossificação de todo o corpo, onde é mais comum encontrar descalcificação óssea (osteopenia ou osteoporose). Mamografia e exames de ultrassonografia mamárias e transvaginais devem ser realizados para identificar patologias mais prevalentes na fase de transição.

 
 
 
 

© 2015 por Dra Rita Pozzati.

Pense grande, Agência Pense Ideia.

Seguir

Entre em contato para mais informações

  • Wix Facebook page
  • Instagram Social Icon
  • Blogger Social Icon

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 08:00 - 12:00

                  13:30 - 1800

 

Rua Lauro Muller, 528-D, Jardim Italia
Chapecó, SC 89802-521